O mistério das Cores do outono
/
/
O mistério das Cores do outono

O mistério das Cores do outono

Mas antes deixe-me dizer porque estou fazendo esta pesquisa. Para este ano de 2021 pretendo trabalhar meus projetos de patchwork com base na influencia que as cores tem sobre nós meros seres humanos mortais. Devido a uma depressão sazonal que nem sabia que tinha descobri  que o cinza e o preto estavam me incomodando, uauuu as cores ou ausência de cores vibrantes estavam me fazendo falta.  Daí a origem da minha necessidade de saber mais sobre isto. Como estamos entrando no outono vamos ver o que descobri.

Cores tais como  vermelho, violeta, dourado, amarelo, laranja e marrom, são conhecidas como cores do outono. E em regiões como o nordeste dos Estados Unidos e o leste do Canadá é uma obra-prima de primeira qualidade. Mas como isso acontece já que durante todo ano as folhas são verde como em todo lugar na maioria das vezes?

 O que faz as folhas assumir tantas cores? Embora alguns dos fatores-chaves ainda permaneçam um mistério, os cientistas sabem que o processo é mais um ato de desaparecimento do que uma mudança.

A clorofila — substância que proporciona às folhas sua cor verde — está normalmente ligada a uma proteína. Mas, o fresco e seco ar de outono desencadeia uma série de mudanças na árvore, fazendo com que a proteína se decomponha em aminoácidos. E, assim como na fábula da formiga e da cigarra, neste caso a formiga,  que se prepara para o inverno, a árvore absorve e armazena os aminoácidos no tronco ou nas raízes antes de perder as folhas. Uma vez removida a proteína, a clorofila passa a desintegrar-se e a cor verde desaparece, revelando assim as cores naturais dos tecidos das folhas — amarelo, laranja e marrom — que estavam ali o tempo todo.

Mas, que dizer do vermelho e do escarlate vivos do bordo-de-açúcar, do sumagre e de algumas outras plantas? Segundo os pesquisadores, isso envolve outro fator. As noites frescas diminuem o fluxo da seiva na árvore, impedindo assim a remoção do açúcar das folhas. O brilhante sol de outono transforma o açúcar residual num pigmento chamado antocianina, que dá às folhas a cor vermelho-brilhante.

Sendo assim uma associada do o sol brilhante e as noites frescas de outono, é o que prepara a árvore para mais uma explosão de beleza que faz com que quilteres do mundo todo tenham muito prazer em tentar reproduzir com tecidos o que nosso criador nos deu de presente.

https://br.pinterest.com/elisiabarros/_saved/

Fonte de pesquisa https://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/101988726

Créditos das imagens https://www.pexels.com/@arts?utm_content=attributionCopyText&utm_medium=referral&utm_source=pexels

Compartilhar este post

Não há comentários neste post

Deixe uma resposta

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Carrinho de Compras

Nenhum produto no carrinho.

error: Content is protected !!